Contate-nos

Questions? We are happy to help. Feel free to contact us.

+32 (0) 264 158 44

infonoSpam@transwide.com

Um sistema de gestão de transportes moderno é necessário, mais do que nunca

24.02.2018

Uma pesquisa mostrou mais uma vez a importância crescente da TI para despachantes e fornecedores de serviços logísticos. A Transport Intelligence conduziu o estudo Global Freight Forwarding 2016 e chegou à conclusão de que os despachantes devem primeiramente ser ágeis e concentrar-se no cliente, se quiserem sobreviver. Um sistema de gestão de transportes é uma das formas mais importantes para alcançar esses objetivos. Essa base sólida é uma necessidade absoluta nesse contexto.

 

Apesar do fato de que os grandes despachantes controlam mais da metade do mercado global, o mercado de transporte de cargas ainda é bastante fragmentado. Assim as grandes empreiteiras adquirem mais competência, mas, segundo pesquisadores da Transport Intelligence, há oportunidades mais do que suficientes para as pequenas e médias operadoras, desde que invistam em um sistema de gestão de transportes. Neste contexto, a prioridade deve ser investir nesse sistema, um software que fornece suporte para registrar os transportes e processar transações de transporte. Um sistema de gestão de transportes também ajuda a planejar rapidamente os trajetos com base nos dados e preços corretos.

 

Maior aproveitamento das necessidades dos clientes com um sistema de gestão de transportes


‘Mais do que nunca, os despachantes devem ser ágeis e capazes de se adaptar às necessidades dos clientes”. Com esse comentário, a Transport Intelligence refere-se às mudanças que serão feitas devido à entrada de novos grandes agentes como a Amazon, por exemplo. De acordo com a Transport Intelligence, estratégias claras e TI devem andar de mãos dadas para capitalizar os mercados dinâmicos devido a esses novos agentes. A TI básica, como sistemas de gerenciamento de transporte e plataformas on-line, deve estar em vigor. Dados precisos combinados com essas ferramentas de sistema de gestão de transportes devem permitir um maior aproveitamento das necessidades dos clientes com um sistema de gestão de transportes.

 

Muitas operações manuais


Um bom sistema de gestão de transportes é especialmente importante, pois o estudo da Transport Intelligence sugere que o tempo usado pelos despachantes para responder às solicitações dos clientes é geralmente muito longo. O número de operações manuais também é desproporcionalmente grande. Despachantes, e também fornecedores de serviços logísticos e transportadoras, muitas vezes dependem de comunicações baseadas em e-mail e telefone. Não só ao entrar em contato com as transportadoras, mas também ao elaborar ofertas e fazer agendamentos. É por isso também que os despachantes, segundo a Transport Intelligence, são rotulados pelos expedidores como “tecnologicamente fracos” e demorados para responder. Além disso, essa imagem até nos faz pensar se os despachantes tradicionais ainda terão por que existir em um futuro não muito distante. Investimentos em um sistema de gestão de transportes são necessários e cada passo dado nessa área é um passo na direção certa.

 

Grandes diferenças no tempo de resposta


Um estudo iniciado pela Transport Intelligence em 2015 sugere que o tempo médio necessário para um despachante fazer uma oferta é de 90 horas. A resposta mais rápida ainda levou 30 horas. De todos os despachantes questionados, apenas cinco empresas parecem fazem o acompanhamento. Eles queriam saber se haviam conseguido entregar o pedido. Além disso, o estudo mostrou que houve diferença de 41% entre o menor e o maior preço oferecido. A Transport Intelligence descreve isso como falta de consistência devido à falta de transparência na cadeia logística. Segundo a Transport Intelligence, a falta de informações sobre os custos de um transporte é principalmente o resultado de investimentos insuficientes em novas tecnologias.

 

Sistema de gestão de transportes modular


As empresas que percebem que estão perdendo terreno para a concorrência, de acordo com a Transport Intelligence, podem consolar-se no fato de que investir hoje em um sistema de gestão de transportes é mais fácil e inicialmente mais barato do que 5 a 10 anos atrás. Há muitas opções, mas ao buscarem orientação a modularidade deve ser um pré-requisito. Nem toda empresa está esperando por um pacote completo. Construir um sistema em módulos, como é possível com o TAS-tms, é apenas uma manobra muito inteligente.